• Núcleo Maria da Penha - NUMAPE | UNIOESTE MCR

[Circuito Numape] Bom dia, Verônica


[ALERTA DE MÚLTIPLOS GATILHOS]


A indicação dessa semana é a série brasileira "Bom dia, Verônica". Estreada pela Netflix em 1º de outubro de 2020, a produção é baseada em um livro homônimo de Ilana Casoy e Raphael Montes, este também criador e produtor executivo da série. A narrativa busca contar histórias que envolvem violência contra as mulheres em suas diferentes formas, abuso de poder e corrupção policial.


A história parte de uma experiência traumática vivenciada por Verônica, escrivã de uma delegacia de homicídios que presencia o suicídio de uma vítima de violência após ir à delegacia e não encontrar a ajuda que procurava. Esse ocorrido muda a perspectiva de Verônica, que se vê motiva a se profundar e compreender outros casos de violência contra mulheres.


Em todo momento temos a sensação de impotência diante das histórias mostradas e é essa sensação que atravessa a trajetória de Verônica. A série traz uma perspectiva mais geral das violências praticadas contra as mulheres, desde a cíclica violência doméstica e familiar até situações extremamente insanas de assassinos em série.


A série traz essas perspectivas e nos ajuda a compreender o peso do que significa violência. Seu significado não está apenas no atos explícitos de agressão física, bem como as violências não se apresentam em apenas um espaço (o doméstica, por exemplo). Ela pode ser emocional, psicológica, sexual e também podem ocorrer de diversas formas, seja no ambiente de casa, do trabalho, na rua.


Bom dia, Verônica está disponível na plataforma da Netflix.


0 visualização
Site desenvolvido pela equipe NUMAPE/MCR