• Núcleo Maria da Penha - NUMAPE | UNIOESTE MCR

A Violência Doméstica e a COVID-19

O isolamento social é extremamente importante para contermos a pandemia da COVID-19 (Coronavírus), mas pode se tornar um pesadelo para as vítimas de violência doméstica.


É mais provável que as taxas de violência doméstica generalizada aumentem, como já sugerem relatórios iniciais policiais e de denúncia telefônica. Para muitas mulheres e crianças, o lar pode ser um lugar de medo e abuso. Esta situação piora consideravelmente em casos de isolamento, como as quarentenas impostas durante a pandemia da COVID-19.

Essa afirmação é da relatora especial da ONU sobre Violência contra a Mulher, Dubravka Simonovic sobre o aumento da violência doméstica durante o isolamento social.


No Estado do Paraná, por exemplo, houve um aumento de 15% nas denúncias de violência doméstica no primeiro final de semana da quarentena, de acordo com Polícia Militar. Com o aumento do período de convivência familiar, existe uma tendência de aumento de tensões, deixando as mulheres ainda mais isoladas e sentindo-se sem saída diante da violência doméstica. Diante disso, é de suma importância levar apoio e informações, ainda que à distância, para essas mulheres.


Dicas para quem está em situação de violência:

  • Mantenha contato com familiares e amigos;

  • Mantenha laços também com alguém que esteja próximo à sua casa: há algum vizinho ou vizinha em quem você possa confiar? Deixe combinado algum sinal de pedido de ajuda;

  • Salve os contatos dos serviços de emergência: 180 – Atendimento à mulher, 190 – Polícia, 193 – Bombeiros;

  • Contate o NUMAPE/MCR para orientações: Whatsapp (45) 9 9841-0892.


Dicas para ajudar quem está em situação de violência:

  • Fale com a sua vizinha, mande mensagem para aquela amiga que está em um relacionamento abusivo;

  • Se escutar algum episódio de violência, CHAME A POLÍCIA! Lembre-se que as Delegacias de todo o Paraná continuam abertas e você pode fazer sua denúncia pelos telefone 181 e 190 – Não é necessário se identificar e as informações são tratadas com SIGILO.


Se tu presenciar algum episódio de violência doméstica nesse período de isolamento, META A COLHER!


Denuncie! Juntas somos mais fortes!

0 visualização
Site desenvolvido pela equipe NUMAPE/MCR