• Núcleo Maria da Penha - NUMAPE | UNIOESTE MCR

1 mulher é assassinada a cada 2 horas no Brasil - Confira o Atlas da Violência 2020


O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e o Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP) publicaram o mais recente Atlas da Violência. O novo relatório traz um panorama comparativo das estatísticas de homicídios no Brasil desde o ano de 2008 até os números mais atualizados de 2018, analisando a forma como se desenvolveu a violência urbana no país e os seus principais aspectos.


Em 2018 foram registrados 4.519 homicídios de mulheres – 1 mulher é assassinada a cada duas horas no país -, o que chama a atenção no relatório é a gritante desigualdade racial entre as vítimas, 68% eram mulheres negras. Além disso, enquanto os homicídios de mulheres negras cresceram 12,4% nos últimos dez anos, os homicídios de mulheres não negras diminuíram 11,7% no mesmo período. Portanto, nota-se que o feminicídio tem os seus marcadores não só nas questões de gênero, como também nas questões raciais.


Acompanhando a tendência de redução geral de homicídios no país, o número de homicídios contra mulheres teve uma queda de 9,3% entre 2017 e 2018, representando uma taxa de 4,3 mulheres assassinadas para cada 100 mil habitantes do sexo feminino.


Em comparação, o último relatório do Mapa da Violência de 2015 apresentava uma taxa de homicídio de mulheres de 4,8 para cada 100 mil habitantes do sexo feminino, o que colocava o Brasil na 5ª posição entre os países que mais matam mulheres no mundo. De acordo com os novos dados do Atlas da Violência, o país agora cai uma posição no ranking internacional, sendo ultrapassado pelo México, que apresenta uma taxa de homicídio de mulheres de 4,4.


Acesse o Atlas da Violência 2020 pelo link abaixo:

https://drive.google.com/file/d/1ZlPcVSdfCB6PSLDFn35dcAI0BGpnuOtj/view?usp=sharing


Acesse nossa Biblioteca e baixe o Atlas da Violência 2020 na pasta “Institutos de Pesquisa”, lá você encontra diversos Relatórios, Notas Técnicas, Pesquisas de Opinião, dos institutos: IPEA, Fórum Brasileiro de Segurança Pública, DATA SENADO, e Mapa da Violência – FLACSO Brasil.

6 visualizações
Site desenvolvido pela equipe NUMAPE/MCR